1 de abril de 2013

eu e o metro em hora de ponta



Allô a todos!
Espero que a vossa Páscoa tenha sido boa, pelo menos tão boa como a minha!
Bem, às vezes sinto um desejo incontrolável de falar com as pessoas que vão ao meu lado ou à minha frente no metro.
Gostava de saber mais delas, a sua história, o que as faz ir com uma cara triste, ou com uma cara alegre noutros . Estava na baixa, o metro da linha verde em direcção ao Campo Grande chegou. Hoje encontrei duas pessoas que já não via à muito tempo, uma delas é uma amiga minha, quer dizer, espero eu que ainda seja amigo dela, à um ano atrás éramos inseparáveis, hoje em dia pouco ou nada nos falamos. Penso que seguimos caminhos diferentes, em todo o caso quando não se concorda com uma atitude de alguém, só temos que aceitar e na maior das hipóteses, afastarmos-nos. A outra pessoa foi um moço com que estive relacionado, mas apenas trocamos um olá e a viagem seguiu...
A viagem já leva 15 minutos e ainda me faltam duas estações para sair. À minha frente vai uma senhora na casa dos vinte/trinta anos, está a usar uns sapatos de fivela (acho que são da fly london), umas meias pretas, calças verdes dobradas pelas canelas e um trench coat preto, deixando-me na curiosidade de pensar que blusa é que ela está a usar. Conjugado com esse trench coat, um lenço de padrão barroco em tons de verde garrafa, a mala... hmmm... Calvin Klein preta, um clássico intemporal!
A cara dela é me extremamente familiar, parece a minha prima Rita, mas ao mesmo tempo a Juliette Binoche, tem um cabelo ''à tigela'' e uma franja um pouco para a direita (nem sei se aquilo é uma franja de verdade)... Não tem maquilhagem, só um verniz transparente, sei que vai soar muito estranho, mas adorei olhar para ela nestes 20 minutos de viagem, fascinam-me mulheres naturalmente bonitas!
Ups! A mina da lapiseira partiu-se, a música que estava a ouvir acabou e eu descobri que tinha acabado de chegar ao meu destino.



deixo-vos um clássico de Amália Rodrigues - Estranha Forma de Vida


Sem comentários:

Enviar um comentário