27 de março de 2013

streetstyle - observações generalizadas


Allô a todos!
Para começar peço desculpa pela a minha ausência ontem, mas dado que ando um pouco doente não consegui passar por cá. Para hoje trago-vos um tema cujo qual andei a ''matutar'' durante todo o fim-de-semana e que era para ter escrito ontem. Vou-vos falar de streetstyle.
Não propriamente de ''o que é o streetstyle'' pois acho que toda a gente o sabe, mas sim trazer-vos a minha opinião acerca do tema e da sua adequação nos eventos de moda.
A meu ver (e atenção que isto é a minha opinião pessoal), o streetstyle é uma das componentes importantes num evento de moda, chega a ser tão importante como os próprios desfiles. Mas, até que ponto é que devemos sobressair apenas ''para dar nas vistas''? Tenho notado desde que vou à modalisboa (e com isto já vão algumas edições) que, existem sempre pessoas que parecem ir para um carnaval e não para assistir a desfiles. Não estou com isto a fazer uma crítica específica a elemento X ou Y, mas sim uma observação generalizada. 
Para mim os grupos que vão aos eventos de moda dividem-se entre profissionais que vão para lá trabalhar, figuras públicas que vão porque gostam e porque ''sabe bem ser visto'', estudantes ou recém-licenciados que  gostam da área e querem ver o que os designers produziram e outros curiosos para os quais a moda despertou recentemente.
Quem é presença habitual (como são os casos das figuras públicas e dos profissionais da área) é sempre mais esperado, as pessoas querem ver o que trazem vestido, quem são as marcas ou os designers que assinam as suas roupas e acima de tudo, quem marca presença ou não. Usualmente, e isto é algo que eu tenho comprovado, é que quem é realmente importante passa quase despercebido, e porquê? isso é fácil de responder, porque optam por coordenados simples e elegantes e os conjugam com um elemento mais extravagante como deveria ser feito por toda a gente...
Não precisamos é de ir cravejados de brilhos e adornos para chamar-mos à atenção. Sei que com isto tudo que disse até aqui posso não ter dito nada, mas deveríamos chamar à atenção pelo nosso estilo natural, não pelas roupas que escolhemos com ''mil'' anos de antecedência para irmos ao evento A ou B. Não é por marcarmos a nossa presença nesse evento que temos que chamar mais à atenção! É lógico que é bom ser visto e ser fotografado, mas tudo dentro de limites aceitáveis, que não mesclem com o ridículo ou com algo mais brejeiro e que no fundo só vai ser visto e comentado pela negativa.
Espero que com isto consiga ter transmitido aquilo que evento após evento, semana de moda após semana de moda tenho visto. Até porque nós, que gostamos de moda, vamos a esse tipo de eventos e de ''ocasiões'' (por assim dizer) para ver o que os criadores fizeram, não para os holofotes estarem virados única e exclusivamente para o streetstyle, como foi o caso da reportagem feita pela SIC na última modalisboa, em que em 7 ou 8 minutos de reportagem só mostraram 30 segundos do desfile de Luís Buchinho. 
Fica aqui o meu comentário pessoal e uma observação um pouco generalista do que acho do streetstyle em eventos de moda.


fica ainda aqui a minha escolha musical para o dia de hoje: Julie and the Carjackers - the room with all these boxes



Sem comentários:

Enviar um comentário